Imprensa

Esclarecimento sobre a prática de uso de máscaras e quarentena de cidadãos no país no âmbito do cumprimento de recomendações internacionais sobre a epidemia de coronavírus

18/03/2020 12:46
Esclarecimento sobre a prática de uso de máscaras e quarentena de cidadãos no país no âmbito do cumprimento de recomendações internacionais sobre a...

O MISAU tomou conhecimento da preocupação que cidadãos que se apresentam mascarados na via pública e, noutros casos, vivem em regime de confinamento, estão a causar no seio da sociedade Moçambicana.

Assim, o MISAU vem esclarecer a toda a sociedade Moçambicana que:

  1. O Sistema de Vigilância Sanitária em Moçambique está em alerta máxima e todos os cidadãos que viajam a Moçambique provenientes de países afectados são rigorosamente avaliados pelas autoridades sanitárias nos principais pontos de entrada, e até o momento nenhum caso de Coronavirus foi diagnosticado no país;
  2. A nível internacional tem sido prática a auto-quarentena domiciliar durante 14 dias e o uso de máscaras;
  3. Na China, por exemplo, o uso de máscaras é uma prática cultural mesmo na ausência de epidemias;
  4. Ainda na China, o Governo tem reforçado a necessidade do cumprimento rigoroso destas medidas por parte de todos os viajantes nacionais;
  5. Os cidadão chineses avistados usando máscaras e em quarentena na cidade de Maputo estão a cumprir uma das recomendações do seu país de origem, no âmbito dos esforços globais de combate ao Coronavirus; e
  6. Até o momento não há casos de Coronavírus em Moçambique.

O MISAU aproveita esta oportunidade para apelar à sociedade Moçambicana a continuar a colaborar com as autoridades sanitárias e a partilhar informação oficial emitida pelo MISAU.

Aos cidadãos que tenham estado recentemente nos países afectados e que apresentem sintomas que indiciem o Coronavirus, o MISAU recomenda que se dirijam às Unidades Sanitárias (US) para que sejam avaliados pelas equipas médicas em serviço, e que cumpram com as seguintes orientações:

➡ Usar máscara ou lenço para tapar a boca e o nariz;

➡ Todos os membros da familia e pessoas próximas deven seguir as medidas de higiene básicas, tais como:

✅ Lavar sempre as mãos com água e sabão ou cinza;

✅ Cozer bem a carne e ovos;

✅ Lavar com água e sabão os pratos, copos, chávenas e colheres;

✅ Abrir as janelas para permitir uma maior circulação do ar;

➡ Se nos 14 dias seguintes à chegada ao país tiver febre, tosse seca, secreção nasal, dor de cabeça, dor de garganta, náuseas, vómitos e outros, que se dirijam à Unidade Sanitária mais próxima.

(MISAU)