Imprensa

Primeiro-ministro confirma pedido da PGR de cancelamento da garantia soberana

Primeiro-ministro confirma pedido da PGR de cancelamento da garantia soberana

O Primeiro-ministro, Carlos Agostinho Do Rosário, confirmou, esta quarta-feira, no parlamento que a Procuradoria-Geral da República submeteu ao Tribunal de Londres um pedido para o cancelamento da garantia soberana associada a divida sindicada da empresa PROINDICOS.

O Governante que falava na sessão de informações do Governo ao Parlamento explicou que a medida faz parte de conjunto de soluções para a salvaguardar o interesse nacional.

O Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, reiterou que o executivo continua sem pagar as divida contraídas a favor das empresas EMATUM, PROINDICOS e MAM estando, apenas apagar as dívidas bilateral e multilateral contraídas junto de países e instituições de que o país é membro.

No sector de hidrocarbonetos, Carlos Agostinho do Rosário precisou que o executivo prevê que se alcance, no primeiro semestre deste ano, o acordo sobre o investimento no projecto do campo de golfinhos e de Atum onde opera a Anadarko.

O Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos, João Machatine, referiu que as inundações que ocorrem no centro e norte dos pais já causaram a intransitabilidade em mais de mil e quinhentos quilómetros de estradas.(RM)