Imprensa

Patenteados 488 oficiais da polícia

Patenteados 488 oficiais da polícia

O Comando Geral da Polícia moçambicana (PRM) patenteou hoje, em Maputo, 488 oficiais superiores, subalternos, sargentos e guardas.

A cerimónia, inserida no âmbito da reorganização do patente orgânico da corporação, foi dirigida pelo Comandante Geral da PRM, Bernardino Rafael.
“A PRM é a única na região e no mundo que ainda não esta nivelado em termos do patente orgânico. Neste momento, o processo de patenteamento é irreversível dentro do quadro de direcção e chefia do comando”, disse.
Garantiu que com o gesto de atribuição do patente orgânico o governo moçambicano emite um sinal claro e inequívoco da valorização daqueles que poucas vezes são elogiados pela sociedade, mas responsáveis pela garantia da ordem e segurança de pessoas e bens em Moçambique.
“Patente orgânico é um princípio das forças de segurança no mundo e nós ao patentearmos os nossos oficiais demonstramos que não estamos numa ilha. Queremos que, quando se olhar para o ombro de um oficial da polícia, perceba-se a função que exerce na corporação”, referiu.
O Comandante Geral da PRM lançou um repto aos patenteados para que se esmerem na actividade que desempenham, no alcance das metas e expectativas dos moçambicanos na garantia da ordem e segurança públicas.
Disse ainda que o patenteamento visa essencialmente garantir uma resposta rápida da polícia aos desafios de combate a criminalidade e acidentes de viação.
“Encorajamos os agentes da polícia para continuarem a dar o máximo de si no combate ao crime e aos acidentes de viação. O nosso trabalho deve superar as expectativas dos cidadãos na garantia do cumprimento da lei e ordem”, realçou.
Afirmou de forma categórica que os agentes da polícia de trânsito estão expressamente proibidos de se fazerem a locais de patrulha e fiscalização com viaturas particulares, devendo usar viaturas da polícia no exercício das suas funções. 
“Colegas da polícia de transido estão proibidos de levar viaturas pessoais para o serviço, neste caso estou a falar das patrulhas e pontos de fiscalização de viaturas. Vocês devem parquear as vossas viaturas no comando e apanharem as viaturas da polícia. Existem viaturas suficientes em todo o país para fazer este trabalho”, vincou.
No mesmo acto, o Comandante Geral da PRM procedeu a entrega de 11 viaturas para o reforço da fiscalização da polícia de trânsito, uma ambulância para a Escola Prática de Matalane e um autocarro para a Unidade de Intervenção Rápida.
(AIM)