Imprensa

Governo e petrolífera ENI assinam instrumentos jurídicos de cooperação

Governo e petrolífera ENI assinam instrumentos jurídicos de cooperação

O Presidente da República, Filipe Nyusi,  testemunhou, esta segunda-feira, em Maputo, a assinatura de instrumentos jurídicos de cooperação pelo Governo e pela petrolífera italiana ENI, para o desenvolvimento sustentável.

O memorando estabelece os princípios de base para a cooperação entre Moçambique e a ENI em vários domínios, com o objectivo de promover o desenvolvimento sustentável, com enfoque para o desenvolvimento rural e promoção de emprego.

O Administrador-delegado da ENI, Claudio Descalzi, disse que o memorando prevê um conjunto de iniciativas centradas  na gestão sustentável de florestas, devendo contribuir no apoio às comunidades.

O Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Max Tonela, referiu que o acordo vai trazer a diversificação da economia nacional e acrescentar valor a produtos agrícolas.

Segundo Max Tonela, o acordo estabelece ainda o acesso a água, a diversificação económica, sobretudo a adição do valor à produtos agrícolas, através da promoção da agro-indústria, da formação vocacional, bem como do acesso a energia baseada em fontes renováveis.

Max Tonela sublinhou que a inciativa para a cooperação surge na sequência das negociações entre o Chefe do Estado e dirigentes da ENI, aquando da sua visita realizada recentemente à República italiana. (RM)